quarta-feira, 17 de dezembro de 2008


Compulsão - Beleza - Tristeza


Essa é uma situação que vem aumentando muito na população brasileira, em função de uma mídia forte que passa uma imagem de mulher magra como saudável, bonita e feliz.


Estamos vulneráveis a essas mensagens que muitas vezes vem dirfarçadas nas publicidades, e em outras vem bem claras e explícitas, e quando percebemos, estamos nós admirando um corpo magro (digo magérrimo).


É a era do sofrimento, pois corpo não é feito de massinha de modelar, que podemos dar a ela a forma de"Barbie", corpo cheio de curvas, porém magro - Perfeito!!!


Perfeito para quem eu pergunto? A quem serve essa moda injusta e insana? Quantas vidas em sofrimento, quantos pais perderam sua filhas amadas em função de uma anorexia e bulimia? Ah sim, as duas doenças matam....e a depressão e a "pressão" a que estão expostas?


E ainda sim acham lindo esse corpo?


E nossa origem, nossa herança, nossa história, esta que está marcada em nossos traços, estrutura corporal, nossas vivências, essas não contam?


Fico pensando quem lucra com isso, a quem querem fazer feliz? Uma idéia falsa de beleza, uma destituição do verdadeiro valor da mulher, do homem, em sua beleza mais genuína que é o seu "EU".


Quem sou, o que valho, o que posso contribuir, compartilhar...esses valores estão sendo esmagados dia após dia, ficando em seu lugar valores vazios..


Triste não? Triste ver a situação da mulher que ilustrei logo acima.


Triste é passarmos na rua e vermos crianças sem comida, sem roupa, sem banho, sem pasta de dentes , sem roupa limpa, isso é ser infeliz, isso é o que nossa "sociedade" devia estar preocupada em vender, valores reais, valores humanos como : cooperação, simpatia, respeito, amor, doação, perdão, caridade, fraternidade, entre muitos outros que poderia colocar aqui.


Vamos refletir, vamos pesar nossas verdadeiras necessidades. Não vamos comprar essa imagem falsa de corpo ideal, e sim, um corpo adequado a nossa estrutura,nossa história, vamos nos respeitar.


Deixo um abraço e um desejo que em 2009 possamos buscar sim, um corpo saudável, que nos traga bem estar, mais acima de tudo equilíbrio e serenidade!



Luciana Kotaka
Psicóloga Clínica
Curitiba-PR


37 comentários:

disse...

LU.. VC QUE É VIP NA PSICOLOGIA... VC JAH OUVIU FALAR DA SINDROME DA ANOREXIA INVERSA?
BJS

Musa disse...

Pôxa vida Luciana, que imagem forte, estamos cada dia mais expostos a certos padrões que nem sabemos de onde vem.

Eu lhe digo, o meu peso ideal é 54 Kg, mas não quero chegar até lá, acho que fico feia, prefiro me manter entre os 62 e 64Kg para "me" sentir bem, não acho que o IMC serve para todas as pessoas, pois cada um tem sua estrutura e sua bagagem.


Beijinhos

Vania San disse...

Pois é, outro dia assistindo ao fantástico achei absurda a magreza das "garotas" fantásticas!

Esqueléticas!

IMC=14, sem dúvida!

E daí as meninas vêem aquilo e passam a sonhar com aquele corpo!

Enfim!

Beijos

Flavia Almeida disse...

oi lú!!ao chegar pela primeira no meu maior peso 75 kg este ano quase q me bateu um desespero muito grande,fora q foi super dificil diminuir as grande qtdes q estava ingerindo.

Mas busquei em mim equilibrio e encontrei forças este caminho não é fácil mas é perfeitamente possível e eu sei q nós podemos...bjão

Luciana Ayres disse...

Oi Xará! infelizmente é assim q vivemos hj ... eu, qndo adolescente me achava tão gorda, q espantava os meninos, acredita? e nem era tanto asim, tinha uns 80kg, mais ou menos! aí qndo emagreci meus primeiros 20kg arrumei meu primeiro namorado e depois fiquei pensando - como manter-me magra, se eu tinha cortado os malditos remedios?? ele nao pode me ver gorda nunca! aí não comia! hj, meu marido fala q se apaixonou pela Luciana, amiga, sincera, esposa dedicada. Não é o q eu reflito no espelho q vai mudar o pensamento dele ... aí entendi o q era AMOR! bjs amiga!

Danielle Balata disse...

Perfeito..

Sem palavras.. :X Me calo diante de tamanha alienação das meninas que acabam chegando a bulimia para seguir um padrão de moda que não tá nem aí para saúde.

Beijos

Papoila disse...

Olá!
Temos que aprender a aceitarmo-nos, claro. Mas às vezes, vejo meninas para quem parece ser mais fácil aceitarem-se gordas do que fazer um esforço para reverter esse quadro. É esse o meu medo: que se "aceitem" gordas, com a saúde em risco... E que quando falamos em dieta, exercício, se saiam logo com a teoria do preconceito, que corpo de top model é irreal e tal. Tipo: se eu n posso ter o corpo da Gisele, entao mantenho o excesso de peso?

Há uma grande diferença entre ser magro de top model e magro normal, de pessoa real, né?
Tenho uma amiga com +/- 120 kg que diz q não precisa emagrecer porque o marido gosta dela assim, e que as magras são insuportáveis, etc, um sem fim de babobeira!

E quando ela estourar as articulações? o coração ceder? passar a tomar insulina para controlar a diabetes? será q vai continuar a achar que peso baixo, numa gama normal, é paranóia?

Respeito pelo nosso corpo é essencialmete isso: não o sujeitar a stress escusado, né?

Enfim, já me alonguei e acabei comentando outras coisas :)))

disse...

Assim.. a anorexia a pessoa é magra e se vê gorda certo?
Na inversa a pessoa é gorda, mas não se vê gora, não se sente gorda.. digo isso pq eu nunca me vi gorda até uma ft no dia 30/09/08
daí. te juro por Deus nun ca vi meu tamanho real entende, nem na hora de comprar roupas nunca tive a real visão do tamanho.
bjs desculpa ai se ficou meio comfuso

Rafa Bailarina disse...

Nossa, concordo muito com vc.
O nome do meu blog é emagrecer sem anorexia pq acho absurda essa busca pelo corpo perfeito que adoece as pessoas...

Um abraço,
adorei o teu blog!

Rafa

Paula disse...

perfeito o texto...é assim mesmo, olhar mais as necessidades basicas das pessoas que ao pp umbigo (como dizem as pacientes aqui "imbigo")...rsss, e vermos que nao entrar numa roupa pp nao é o fim do mundo...
Esse padrao de beleza toma conta da cabeça das meninas, e ate de nos, mulheres feitas e formadas, e esquecemos de olhar um pouco para os lados...nao sonho com o corpo perfeito, mas saude...respirar bem, caminahr sem ter um treco, dormir bem, vestir uma roupa que caia bem, sem me proocupar com o tamanho...

bjos

Anne disse...

Ai amiga,tu tens razão,é tão triste ver essas pessoas cedendo a pressão da sociedade,acho que com certeza devemos nos cuidar,mas precisamos ter limites,precisamos acreditar que um peso ideal é questão de saúde,bem estar e não somente beleza.

Beijokas!!!

jorge_m. disse...

Olá! =)
Pois é, infelizmente o culto da imagem da é muito grande, e o magro é que é o conceito de beleza, para mim o mais importante é a pessoa se sentir bem com o próprio peso! Ninguém é perfeito, basta olhar para os atores em Hollywood, fazem um filme e estão super em forma, acabam o filme e engordam horrores! E a saúde é que paga! enfim...

bjs

Grazi disse...

Oi Lu

Somos escravas mesma de uma sociedade cruel, onde o gordo muitas vezes é associado a preguiça e desleixo.

Eu acho tudo isso uma idiotice, pois o que manda é o coração de cada um.

Bjokas

Dani disse...

Oi Luciana! mais um post que nos sacode... Adorei! beijão!

Eddi disse...

Puxa Lu, triste demais tudo isso. E o nosso mundo tão carente de amor, de amizade, de alimento para o corpo, de alimento pra alma...

Bjo amiga!!!

Kat disse...

Lú, como sempre, seu post foi brilhante!
Outro dia vi um diálogo mais ou menos assim numa peça e teatro:
-Pai vc precisa pagar uma lipo pra mim, pois preciso entrar na calça jeans para ir pra escola
-Ué, não é mais fácil você ir na costureira e ela fazer a calça do seu tamanho?
-Não pai, fico doido? Antigamente as roupas eram costuradas para servir na gente, mas hoje em dia, é a gente que tem que se cortar para caber nas roupas!


Muito engraçado, né?

beijocas

Dalinha = ) disse...

Eiii lindeza..tudo bem???
Desculpa amore não ter vindo aki mais...fiquei um tempo sumida do blog sabe...mas não sei pq vc num tava mais no meus favoritos....não entendi nada. Mas esse probleminha ja foi resolvido! =) linkei vc denovo! Mto obrigado pelos elogios p meu pequeno viu! filhos são nossa vidas msm! o seu de 3 deve tar um pestinha neh..rs eta fase danada a de 3 anos...rs O Icaro tem 1 ano e 3 meses e ja vira a casa pelo avesso..rs. Q bom q vc foi me visitar =) Adoro seu blog...sempre coisas mto boas p se ler e concientizar! Parabens pelo seu trabalho viu! Meu sonho era fazer psicologia...pena q não tenho condições =/...Linda profissão!! Sucesso pra vc amore!! Boas Festas pra ti nesse fim de ano q ta chegando! Da bjinhos nos seus filhotes por mim ;)

Bjokass
Fica c Deus

Anelli Sena disse...

Nossa Lu, acabei de conhecer os eu blog e já me apaixonei...parabéns pelo texto...a foto tb é chocante e real beijos, já estou te acompanhando.

@line disse...

Olá!
Primeiro vim agradecer o carinho! :)
Adorei o post, quando vi uma reportagem da Isabeli Fontana falando que ser mais magra que o 'normal' é tudo, achei o fim da picada! Ela nem pensa em quanta gente vai influenciar com isso...
Já o seu post ilustra certinho o que deveria ser feito né, se preocupar com PROBLEMAS mesmo....
Será que um dia isso tem jeito??
Bjokas

Lau. disse...

Luci, sempre tendo post maravilhosos!Eu concordo plenamente com vc! Uma coisa é querer ser bonita, outra e exagerar para ser "bonita" pois eu acho muuito feio aquelas modelos esqueleticas e tal, uma coisa é estar no seu peso saldavel, outra por achar que esta na "beleza saldavel" Bem a sociedade divia dar mais valor a compaixão e problemas com a humanidade e o planeta! Beijos
Ahh vc ganhou o premio dardos por mim! Entre no meu blog e confira! Beijos

Pri disse...

OI LUCIANA,

Muito obrigada pela vista. Adorei o post ...o mais me pegou foi pergunta: corpo perfeito para quem?
Já sofri de anorexia purgativa...
e hoje me considero não curada , ams controlada . Pois acredito que tem esse problema nunca se cura , sempre vai ter um fantasminha na sua cabeça na hora ou deposi de comer...
Tomei medicamentos pra controlar , hoje não tomo mais nenhum tipo de remedio.
Quero emgarcer para fica 55kg estou hoje com 59kg me considero magra e saudavel , mas ainda me sinto mal quando estou peso mais do 60kg..
Acho que pessoas com essas doenças, sofrem muito preconceitos pois, nãoa alienação isso é uma doença as pessoas que tem tem consiencia que estão fazendo mal pra propria saude mas, o pensamento obecessivo é tão grande que supera qualquer preocupação com saude, tbm ficam fragilizadas com baixa auto-estima , oq dificulta a vida social.E por isso essas doença pode ser tão perigosa ....
Minha mae fala uma coisa pra mim e eu tomei como objetivo: sempre buscar o equilibrio.
Acho que devemos sempre busca oq nos faz bem ...

beijos....

waldety sena disse...

Passando para agradecer pela força e tambem para dizer que aos poucos estou retomando aos meus objetivos e espero desta vez conseguir porque na verdade ainda me resta uma esperança. Estou esperando a sua visitinha.
Um grande abraço!

~~ Sereiah ~~ disse...

Eu quase "embarquei" na canoa do "peso ideal para minha altura"... A gente tem que ver também a estrutura óssea, a idade, riscos à saúde... Muito bom esse seu post! Bjks da Sereiah
FELIZ NATAL!

Tati disse...

Oi Luciana, obrigada pelo post no meu cantinho, pela apoio e força concedida!
A imagem realmente é muito forte, isto é uma realidade presente que nos leva a crer que corpos magerrimos é o padrão, mas devemos primar pela saude e não pelo que a mídia nos impoe. Muito boa a materia, vou passar por aqui sempre!
Beijos!!!

Viviane.S disse...

Oie, realmente pessoas hoje em dia não se importam com saúde, vida saudável, mas sim no que os outros pensam, dizem ao vê-las.

Os valores se perderam, as pessoas tem cada vez mais doenças provenientes de suas neuroses.

Temos que descobrir nosso limite, buscar uma vida sudável, ter saúde para podermos ter uma melhor qualidade de vida, mas sem exagero.

Obrigado pelo carinho e pela visita.
bjs, força, sucesso

●๋๋•P®ï●๋๋• disse...

SORTEIo DE PRÊMIOS NO BLOG PRI EM FORMA.

Amiga... conto com a sua participação!
O blog PRI EM FORMA http://priemforma.blogspot.com
sorteará brindes para as leitoras do blog... Quer participar? Saber sobre os prêmios?! Dá uma passada rapidinho no blog!!!

Convide suas amigas, qualquer pessoa pode participar...

Conto com você!

Débora Elis disse...

Oi Lu, bem isso mesmo que ta acontecendo comigo... to cada dia mais gorda mais triste....não tenho forças e acabo descontando em tudo, trabalho, relacionamento...
Ando com um cansaço... já fui no clinico geral e ta tudo certo comigo... será que tem algo a ver com o emocional?????
Que legal que vc é daqui de Curitiba!!!!
Bjos

debielis.zip.net

deiacantelli disse...

Vc disse tudo nesse post!
Obrigada pelas dicas e toques maravilhosos que nos fazem refletir!
bjokas**
http://euqueroeupossoeuconsigo.zip.net/

sarah disse...

vc tem toda a razão. os valores verdadeiros, como a honestidade, a bondade, a solidariedade e a integridade estão cada vez mais esquecidos, dando lugar a valores relativos como o dinheiro, a beleza, o status social, os bens materiais... cada vez mais, nos levam a pensar que o que importa é o exterior. quem consegue se adaptar ao padrão, depois de muita luta, acaba vazio por dentro... com raras exceções.
um beijão e um ótimo fim de semana!

Eddi disse...

Lú minha querida, vc vai ficar qto tempo aqui em SP? Acho sim que o pessoal adoraria outro encontro, o único problema é conseguir um dias nessas datas aí que antecedem o Natal e Ano Novo. Me fale até qdo vai ficar que eu vejo com as meninas. Ok!!! Vou adorar conhece-la pessoalmente. Certamente temos muito o que aprender com você. Bjos flor e bom final de semana!

Carolissima disse...

Amei o post! Tbm toquei nesse assunto no mue post!
Realmente, se valores mais nobres fossem propagados tanto quanto um corpo perfeito, esse mundo seria um lugar muito mais justo e interessante!
Mil Beijos

Lau. disse...

Querida que bom que vc gostou!
é muuito bom mesmo ser reconhecida! Que bom que gosta das minhas postagens! Bejin:*

♥тєcα♥ disse...

Oi primeiamente obrigada pela visitinha no meu blog, fique sabendo que serás sempre bem vinda por lá.

Beleza tá nos olhos de que vê, eu por exemplo acho uma mulher cheinha bonita e acho muito feio essas magrelas, eu sempre fui magrela e me sinto melhor depois que ganhei uns kilinhos e não me sinto nem um pouco mal por isso.

Beijão queria!

gabi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gabi disse...

Sabe Lu, e muito triste e preocupante, aind mais quando temos filhos pre-adolescentes que querem se igualar a estes supostos padroes de beleza. Me aflinge! E triste, cada vez que assito estorias sobre anorexia , nossa! Pior e que tem gente que ainda faz piada sobre isso.nossa.
Adorei o seu post, parece que vi voce levantando, literalemnte, a bandeira.
Um beijo e bom final de smeana!

Anelli Sena disse...

Oi Lu atualiza vim doidinha atrás de um post novinho em folha...beijos.

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br