quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Ter amigas magras pode me ajudar a perder peso?



Hábitos alimentares podem se modificar dependendo do grupo em que se está inserido

ter amigas magras pode me ajudar a perder o peso Ter amigas magras pode me ajudar a perder peso?
Foto: Thinkstock

Em todo processo de desenvolvimento, desde que erámos bebês, os exemplos de nossos pais nos serviram de modelo para aquisição de determinados comportamentos. Vemos o quanto é fundamental que tenhamos dados de comparação – pai – mãe – para que assim possamos escolher com qual temos mais afinidade, ou mesmo para assimilar valores, conceitos para seguirmos em nossa vida.

Afinal, quando jovens, isso acaba mudando um pouco, deixamos de seguir o que tivemos como referência desde então, para se identificar com o comportamento da turma que estamos inseridos, seja no colégio ou em algum outro grupo.

Esse processo é totalmente normal, afinal começamos a comparar os valores passados e hábitos na nossa família, e começamos a confrontar com os dos amigos. Isso acontece e é muito saudável, afinal é o momento de cada indivíduo começar a formar uma visão mais ampliada do mundo a sua volta, fora da bolha segura que é o círculo familiar.

Nesse novo contexto em que a adolescência vai passando por transformações também está em jogo outras mudanças, pois começa a mudar o contorno corporal e também os aspectos sexuais de cada pessoa. Uma fase de descobrimento e de experimento, de como o corpo reage, as formas e contornos que vão adquirir, tudo isso vem alinhado com o processo alimentar e com genética familiar.

Alguns corpos serão mais magros, outros mais cheinhos, alguns com mais quadril, outros com abdômen mais saliente, e assim vai-se marcando as diferenças que de alguma forma determinam muitos aspectos importantes também da personalidade desses jovens.

Com essa fase a todo vapor, muitas meninas serão invejadas por seus corpos longilíneos e começa um desespero de querer também ter o corpo magro iguais as das amigas.

Até que ponto ter as amigas em forma serve como estímulo para se conseguir seguir uma dieta?

Acredito que para algumas mulheres pode sim servir de estímulo para perderem peso, mas em uma boa parcela dessas pessoas pode servir como um disparo para um rebaixamento da autoestima, já que para muitas que já tem um comportamento alimentar estabelecido dentro da rotina familiar, nem sempre conseguem mudar esse contexto, muitas vezes recorrendo a dietas mirabolantes para tentar perder ou manter um peso de forma inadequada.

Em outros momentos ocorre uma aceitação dessas diferenças onde essas mulheres se entregam a comodidade, simplesmente aceitando que são diferentes, não alcançando a motivação necessária para alcançar objetivo de se manterem magras.
Muitos são os motivos que estão por trás da gordura corporal, além dos fatores ambientais, temos a ociosidade própria desse momento, os fatores genéticos e também as emoções, que nesse momento estão em total confusão dentro da cabeça de cada pessoa.

Uma nova pesquisa da Universidade de Birmingham (Reino Unido) sugere que todos nós estamos inconscientemente influenciados pelos padrões de alimentação dos outros, desta forma o fato de estarmos inseridas em um contexto grupal mais magro pode sim ser um estímulo para comerem de forma mais saudável, isso porque de alguma forma influencia o fato de visualizar comidas que são mais leves, levando a uma mudança de comportamento alimentar.

 http://www.dicasdemulher.com.br/ter-amigas-magras-pode-me-ajudar-a-perder-peso/

2 comentários:

(●•Lia•●) disse...

Para mim não é um bom estimulo.
Venho de um histórico familia, de dietas, má alimentação....
Que quando tenho , como tenho , amigas e cunhadas mais magras que eu, isto dar um vontade enorme de sumir. Porém sei que para mudar o peso que estou agora, que acima do meu( estou com sobre peso) tenho que mudar mimha mente e começar a mundar meus hábitos alimentares e começar a fazer atividades fisicas que serva para emagrecer,manter o corpo e a mente saudável.

Abraços LU

Nanda disse...

Acho que depende muito da nossa auto estima, as vezes fico pensando nossa eu quero ter o corpo de tal pessoa, mas ai você começa a comparar, ah ela é mais baixa, ah ela vem de uma genética "pequena", bom eu sou convicta de que mesmo emagrecendo 50 kilos, vou continuar com a estrutura grande, porque minha família é grande, são altos, corpulentos, então acho que depende muito da auto estima do momento. Ah casos que vale a pena sim ter amigas mais magras para que você se inspire.