segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Reflexão


Hoje eu estava folheando uma revista enquanto estava cortando meu cabelo, e entre tantas coisas belas e interessantes, me deparei com uma propaganda de sapatos e outra de roupas, e as modelos – PASMEM – magérrimas!

Apesar de trabalhar com transtornos alimentares e estar acostumada a atender esses casos, fiquei ali perplexa pensando: o que faz alguém gostar ou admirar uma imagem seca, sem vida, como aquela da foto a qual estava olhando? Está se vendendo uma imagem distorcida da beleza, um corpo sem formas, um olhar sem brilho, a roupa cai pelo corpo sem graça, sem curvas.

Como disse Paulo Coelho em um texto que postei anteriormente, está ocorrendo um aniquilamento do feminino, destruindo o que a mulher tem de mais belo.

Continuei folheando a revista, mas precisei voltar a olhar aquelas imagens, vi a fragilidade daquela menina. Menina esta em busca de um sonho irreal de beleza, de reconhecimento, que paga com seu corpo, seu bem mais precioso, o preço desse “sucesso”.

Infelizmente estamos vivendo a era da vulnerabilidade, onde somos levados a comprar uma imagem de corpo construída, com o objetivo egoísta de levar milhares de mulheres a consumirem cada vez mais num mercado crescente pela busca por um corpo e medidas irreais.

Estamos vulneráveis sim, pois as propagandas invadem nossas casas cada vez que ligamos a televisão, olhamos uma revista, ou até mesmo na boneca que compramos para nossas filhas.

E eu pergunto: Até quando vamos nos submeter a isso?

Luciana Kotaka

23 comentários:

●๋๋•P®ï●๋๋• disse...

Pois é Lu... acho muito importante que se tenha equilíbrio!
Tomar cuidado até mesmo ao definir um peso ideal sem ter em mente padrões anorexicos que tentam nos vender a todo custo.

Carolina Bitante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Enquanto houver consumo desses "produtos" - magreza, formas andróginas, ideais de beleza e de juventude, a indústria que os produz continuará despejando isso tudo na mídia, com um forte apelo de "compre"e seja feliz sendo assim". Eu não compro mais revistas, nem exalto a beleza fabricada a bisturi e photoshop. Não tenho musas entre as atrizes e modelos. Busco saúde e beleza sim, por que não? Mas enquanto houver quem compre ... Bjs e parabéns pelas matérias. Zá.

Caixinha Slim da Ci disse...

quando eu vejo essas revistas, essas propagandas, me deixa triste, principalmente porque sei que meu namorado gostaria que eu fosse assim. Mas por outro lado, eu sei que não gostaria de ser como elas, pois axo que so ficam 'lindas e glamourosas' estampadas nos anuncios, porque acho que pessoalmente não deve ser nada legal não ter curvas. Como eu, como designer, posso dizer também que depois que comecei a trabalhar com isso, fiquei mais feliz com meu corpo, mesmo sendo rechonchudo, já que a quantidade de retoques digitais em photoshop é tão grandes.

alimentacaoesaude disse...

pois é.. até qd as coisas vão continuar assim? Eu tenho noção total do meu biotipo e não quero mudá-lo, sim conseguir o melhor de mim mesma.. é uma distorção de imagem o que acontece, uma palhaçada isso sim!!! Umas meninas tão bonitas com as pernas tão fiiinnasss... é feio mesmo!!!! não tem nada de glamouroso nisso não..

mas eu tenho que admitir que acho lindo de morrer aquelas mulheres saradas... não as enormess mas as definidas, acho maravilhoso, pode ser diferente mas de uma forma ou de outra é uma busca pela beleza, só que de forma mais saudável né?!?

bjusss


Thaís Lopes

Dani disse...

É Luciana, mais uma vez seu texto nos faz pensar... Precisamos nos libertar do que a mídia nos impõe... Porém, para que isso aconteça, precisamos ter nossa autoestima lá no alto, pois só assim conseguiremos discernir o que é certo e o que é "artificial". A RA nos dá oportunidade de um emagrecimento verdadeiro e duradouro e com ele a mudança de hábitos... Acho que aí está uma saída para começarmos a dar um basta nesta "imposição" do tal corpo perfeito... Temos que levantar a bandeira que corpo perfeito é corpo sadio...
Valeu por mais um texto excelente!

Ene disse...

OI Lu, estou conhecendo seu blog agora. Muito lindo! Cheio de informações úteis. Sou nutricionista e trabalho com uma equipe de profissionais nos Grupos de Emagrecimento, entre eles o psicólogo. Sempre ressalto meu ponto de vista sobre a indicação para a cirurgia bariátrica: o profissional mais indicado para isso é o psicólogo. Acompanho muitos pós-bariátricos e me entristeço ao ver quantos deles já retornaram ao IMC inicial ou até superior. Isso é sinal óbvio de que o paciente não teve acompanhamento psicológico antes da cirurgia e nem depois!!
Mande meu abraço para a minha colega nutricionista que escreveu o artigo aí, pelo dia do nutricionista no domingo passado, (31/08).
Um gde abraço pra vc tb. Logo mais apareço ak para te dizer oi.
Visite meu blog tb, será bem vinda com seus comentários sempre oportunos.

●๋๋•P®ï●๋๋• disse...

Valeu a visita amigaaa

* 'ღ° Daiane ° ღ ' * disse...

Poois éé ..
Hoje em dia acontece muito disso ..
Mas somos nós (população em geral), mesmas ki alimentamos essas idéias ..
Eh muita futilidade pra um mundinho só ..
Fazer o ke ?
Bejo !

AGorda disse...

Adorei o seu Blog Luciana, obg por toda a informação que disponibilizou, a falta de informação rodeia-nos e muitas das vezes é a falta dela que leva a casos extremos como o da foto que viu na revista.

AGorda
http://jornadadodesespero.blogspot.com

Luciana disse...

É complicado né, como temos tendencia e como nos curvamos diante da ditadura da beleza, de padroes impostos e que aceitamos com tanta resignação.Padroes totlamente fora da realidade, coisas inatingiveis.
Teu blog é muito bom, e gosto sempre de vir aq ler seus post, pois tenho aprendido muito por ele.
Bjus.

Adolfino R. Aquino disse...

Gostei muito do seu blog. Acredito que vou aprender muito com uma leitura diária de seus posts. Também fiz um link no meu blog do seu... (http://inpiracoesmatinais.blogspot.com)

Um grande abraço...

Josy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Josy disse...

Olá luu...
Eu acho muito feio essas modelos super magras,quero ser magra mas ñ como elas....
Uma linda quinta pra vc....
Bjss......

cindy disse...

não sei até qdo não... enquanto a mídia supervalorizar a magreza talvez...
mas n acho bonito tb não
prefiro as gordinhas! bjss

Tânia Sales disse...

Oi Luciana!
Obrigada pela visita e pelas palavras de apio!
É muito importante para mim!
Vou add seu blog!
bjuss...
Tânia

Ana Claudia disse...

Oi Luciana,
pois é! estou com vc. Postei lá no blog uma matéria sobre isso tbm...como o modelo de magreza influencia. Temos que aceitar nosso corpo e sabermos que nem sempre vamos corresponder ao modelo/padrão de beleza.
beijos
Ana Claudia
vidalevevida.blogspot.com

Bárbara.rj disse...

Olá Luciana, realmente a mídia vende uma coisa irreal para muitas mulheres que buscam a qualquer preço a magreza,e com isto perde a sua saúde e muitas até a vida,acho que emagrecer não pode ser algo que te deixe de mal humor, com raiva de tudo e todos e sim uma coisa agradável e que te faça bem, pelo menos está é a minha opinião.
Obrigada pela sua visita e pelo seu recadinho volte sempre.
Bárbara.rj2008.zip.net

.:. Pati .:. disse...

É verdade... eu defendo totalmente a saúde e a qualidade de vida a magreza a qualquer custo passa longe!!!!!! Eu ja fui magra demais qdo sofri de gastrite, mal conseguia parar em pé!! Mas era gastrite nervosa por causa da facul, não tinha paranoia qto a beleza... isso é mto preocupante pq essa foto dessa mulher super eskeletica q vc colocou aí não tem beleza nenhuma mesmo, affee... pelo contrario! Espanta... rsrs
Beijoos

Gisele disse...

Quem dera né Luciana que nossa vida fosse só se preocupar com a estética, rsrs
Vivemos numa era em que nós mulheres somos cobradas de todos os lados: temos que ser lindas, loiras, magras, altas, inteligente, ótimas profissionais, amantes ardentes e ainda por cima ser mãe, affi, cansei...
As vezes pinta umas crises e acho que desabafando ajuda elas se resolverem.
Vi que vc é pscicóloga. Faço terapia há um bom tempo.
Obrigada pela visita e tenha um ótimo fim de semana!

Drika disse...

Olá! Adorei o seu blog. Vou voltar pra poder ler outros textos, que sei que vão ser de ótima ajuda pra mim. Bjs

Quety disse...

estamos vivendo o final dos tempos, definitivamente...
beijos

teresa disse...

Apesar de tanta ditadura como a citada, vejo na mídia um movimento que pode não ser o mais nobre, mas é cada maior número de celebridades chamadas de "gostosas", que são mulheres com bastante formas, o caso da"Mulher Melancia", eu estava conversando com minha irmã como será que ela se veste(provavelmente manda fazer)o mercado não tem muito facilmente roupas com essas medidas, enfim podemos as coisa por outro enfoque.
Grande abraço a todos.