sexta-feira, 3 de abril de 2009

Por que comemos tanto?

.
.


Brian Wansink

Adaptado por Marilize Tamanini

http://www.vidaeprazer.com.br/


1. Lembre-se 20 % - para menos ou para mais

O ideal é comer até estar 80% satisfeito.
Lembre-se 20% a menos – Tire do prato 20% do que acha que pode querer antes de começar a comer. Provavelmente não sentirá falta.
No caso de frutas, legumes e verduras calcule 20% a mais

2. Veja tudo o que come

Quando o assunto é percepção do que se come os olhos são maiores do que a barriga.
Veja antes do comer - Planejamento é a chave para o sucesso da sua alimentação isso vai levar você a comer 14% a menos.
Use pratos e recipientes, jamais coma direto na embalagem. Será menos provável que coma mais, mais e mais.
Veja enquanto come – Atente para perceber o que já consumiu.

3. Arrume a própria mesa

Diminua o tamanho dos pratos, panelas e tigelas – cuidado com as embalagens tamanho família elas induzem ao consumo de uma porção em média 25% maior. Quer economizar, então redimensione o conteúdo das embalagens gigantes em porções menores para armazenar. “Quanto menor o prato no qual é servido, menos comerá.”
Torne-se um ilusionista – “Após doar seus enormes pratos para uma instituição de caridade, escolha um conjunto de pratos de tamanho médio dos quais se orgulhará. No caso dos copos, pense em copos esbeltos se quiser ficar esbelto. Se não encher o copo, tenderá a colocar 30 % a mais em um copo largo do que em um copo fino, alto.”
Cuidado com o perigo redobrado das sobras – “Quanto mais acompanhamentos e pequenas tigelas de sobras saem da geladeira, mais você comerá ... O segundo perigo das sobras? Assinalam que você originalmente fez comida demais – e provavelmente comeu demais”.

4. Faça do excesso de comida um problema, e não um hábito

· Deixe as guloseimas bem longe do seu alcance, embale em embalagens escuras ou papel alumínio e deixe no fundo do armário.
· Deixe as travessas de comida na cozinha ou em um aparador, para que realmente possa se perguntar se realmente existe fome ou gula. Mas em se tratando de saladas, verduras e legumes inverta o jogo colocando no centro da mesa no acesso facilitado.
· Cuidado com as compras de comida por impulso, coma antes de ir ao supermercado e inicie as compras pelos mais saudáveis.
· Não deixe o tamanho da porção influenciar a quantidade que você come.

Você tem fome realmente do quê?

Quer uma barra de chocolate ou um abraço? É bom saber se comer alimenta o corpo ou satisfaz apenas sua necessidade emocional mais profunda.

Fome física
Fome emocional
Aumenta aos poucos
Acontece abaixo do pescoço (barriga que ronca)
Ocorre três horas após uma refeição
Pode ser temporariamente compensada bebendo-se água
Desaparece quando estamos satisfeitos
É saciada depois que se ingere comida
Aparece de repente
Acontece acima do pescoço (“vontade de tomar sorvete”)
Ocorre em horas aleatórias
Ainda persiste depois de beber um copo de água
Ainda persiste depois que se come bastante
Leva a culpa depois que se come.

5. Torne as comfort foods mais alentadoras

“ A estratégia de dieta “Nunca mais como frango assado nem sorvete na minha vida” está destinada ao fracasso. As comfort foods ajudam a tornar a vida mais prazerosa. A chave é aprender a comer melado e não se lambuzar”.
Privação e renúncia num mundo de marketing alimentar canino é difícil, apenas consuma doses menores e aumenta o espaçamento do consumo das comidas conforto.
Os quatro Bs – biscoitos, balas, batatas fritas e bolo, cuidado reprograme as suas comidas de conforto em vez de comemorar com um chocolate use morangos com uma porção pequena de calda de chocolate. “Não é necessário um sacrifício tão grande e logo começará a expandir sua lista de favoritos”.

Apreciadores de frutas versus Apreciadores de Legumes

Em comparação à pessoa comum, quem gosta de legumes:
· Gosta de experimentar novas receitas e de receber amigos em casa
· Gosta de comidas condimentadas
· Acha que cozinha de forma nutritiva

Em comparação à pessoa comum, quem gosta de frutas:
· Frequentemente come sobremesa depois da refeição
· Passa pouco tempo cozinhando
· Evita experimentar novas receitas e receber amigos em casa
· Gosta de comer às vezes uma barra de chocolate.

As frutas são convenientes, mas os legumes exigem preparo. Quem tem propensão a comer legumes pode estar acostumado a cozinhar – e fica mais à vontade com novas receitas ou com perspectiva de ter convidados para o jantar.
As frutas são, em geral, mais doces que os legumes e quem gosta de frutas talvez prefira alimentos mais doces, sobremesas e balas. Os legumes, no entanto, variam do amargo ao picante. É provavelmente por isso que os apreciadores de legumes preferem os sabores fortes e picantes de comidas exóticas ou condimentadas.

6. Eleja-se o porteiro oficial

O porteiro nutricional é quem decide o que a família vai comer, quem está mais envolvido no planejamento das refeições. Ele decide 72% do que a família come, portanto suas atitudes podem ajudar a criar padrões alimentares positivos para a vida toda.
Seja bom de marketing – os alimentos não devem ser castigo nem recompensa. Contudo, os alimentos saudáveis podem ser frescos, crocantes, refrescantes e deixá-lo forte e inteligente. Seja convincente. Algumas de nossas primeiras descobertas sugerem que, quanto mais alimentos forem apresentados ao seu filho, mais equilibrado ele será em termos de nutrição. Novas receitas, novos ingredientes, comidas étnicas e diferentes tipos de restaurantes ajudarão a combinar tudo e a acabar com o habito de junk foods, de baixo valor nutricional.
Use a regra do meio prato- metade de salada e outra metade para a carne, carboidratos e leguminosa.
Oficialize o tamanho das porções – utilize potes e embalagens seu filho não deve achar que a porção do biscoito é o pacote todo.

Durante um dia tomamos 200 decisões alimentares.
Luciana Kotaka

26 comentários:

zizi disse...

Olá Lu!
Gostei das estratégias. O que me sabota é a fome emocional, com certeza...
Olha, te indiquei para uma reflexão que está no meu blog. Caso ache interessante e conveniente, faça. Será excelente oportunidade para todas nós te conhecermos melhor.
Bjo e excelente findi.
zizi

Anelli disse...

SEMPRE CORENTE LU bjo amo seus post

Aneli Sena disse...

SEMPRE CORENTE LU bjo amo seus post

disse...

Olá Luciana! Esse é um dos melhores textos-resumo sobre bons hábitos alimentares que li nos últimos tempos: sintético, claro e objetivo.
É daqueles que vale a pena enviar para os amigos.
Obrigada!
Bjs.

nounouse disse...

Adorei o post! Eu adquiri o hábito de não comer direto do pote, me ajuda muito! tb adiquiri o hábito de almoçar em prato de sobremesa, pra mim é o suficiente e não passo fome! Beijos Lu!!!

Liza disse...

Oiii passando p desejar um lindo fim de semana.Adorei o post muito bom.Aliás suas dicas sempre maravilhosas.Ahh entao como vai o assunto do projecto q vc tava fazendo ou vai fazer com gestante?Bjs.

Philip Rangel disse...

Interesante é dosar a sua alimentaçao sem exagerosss

Sibele disse...

Olá, Lu!E isso ai mesmo. Nossa depois que aprendi a controlar meu organismo a comer para sobreviver e não pra esquecer dos probleas e tudo mais, me tornei outra pessoa. ainda tenho muito o que melhorar, mas sei uqe estou no caminho certo.
Bom fim de semana!
Beijos

Danielle Balata disse...

Oie Lu..

Excelentes dicas..


Beijos

Rosangela Neri disse...

Já tinha lido algo sobre esse assunto e concordo plenamente... comemos por puro consumismo, sei lá... ou por gula mesmo. Desde que nascemos nossa mãe só quer saber se estamos gordinhos e bochechudos, daí vem o vício... Aff! Assim não dá! rsrsrsrsrs
Beijocas

Taís Silva disse...

A fome que acontece acima da cabeça é o meu problema!
Ai ai...
Adoro ler seus post.
Me incentivam.
Beijos

EMAGRECER É MARA disse...

oi amiga passando so para te desejar um bom fds .
bjs de sua amiga

EMAGRECER É MARA disse...

oi amiga passando so para te desejar um bom fds .
bjs de sua amiga

Gezinha® disse...

Tenha um ótimo domingo e que a semana que se inicia seja repleta de realizações.
Abraços
Gezinha
http://ideiasdicas.blogspot.com/

zizi disse...

OLá Lu!
Passei para desejar uma semana excelente, abençoada por Deus em tudo!
Bjo grande!
zizi

Leite da Terra disse...

Olá minha querida Lu!
Adorei.
Você é o máximo em fazer sínteses, estya tudo tão claro, tudo tão simples.
Parabéns
Bj
Boa semana
Márcia

Alexandra Moura disse...

Suberbo Luciana,beijocas doces.

Marcia disse...

Querida Luciana, tudo bem?
Excelente texto, muoito útil á todos nós.
Desejo-lhe uma ótima semana e que DEUS a abençoe.
Um grande abraço.

jorge_m. disse...

Oi,
gostei das dicas, e é mesmo preciso pensar nessas coisas! Eu gosto bastante de comer por comer, mas também que o facto de estar acima do peso me leva a comer... enfim é um ciclo!

bjs

Paula disse...

oi lu,
conversando varias sessoes com minha psico, estamos vendo no que a comida tem interferido na minha vida...tem sido uma caminhada...
a fome emocional é a verdadeira sabotadora da minha ra...como sem a minima necessidade, mas sempre preenche algum vazio...até chorando eu como....rsrsrsrsr

bjao

Larinha disse...

Adorei as dicas!

E quem gosta de frutas e legumes na mesma proporção? hehehhe

Boa semana!!!!

Fênix disse...

Nossa! Foi transmição de pensamento, pensei em vc. o dia todo... tava sentindo falta de vir aqui no teu cantinho, e depois vi que teu níver tá bem pertinho. rsrs
Amei o texto, vou ler depois com mais calma e menos sono. rsrs
Bjs e boa noite.

Paty Roberta disse...

Ótimas dicas, mas quando precisamos comer "correndo", como tem acontecido comigo, não consigo seguir regra alguma...
Sei que é errado, que o correto é ter um tempo prá se dedicar à refeição, mas os tempos modernos às vezes nos torturam, infelizmente...

Beijão procê!

desconhecida disse...

oie
amei o post,dicas muito legais,acho q como pra suprir algo emocional..sei lá,as vezes como quando estou triste,estou brava.to sem fome mas tenho que estar mastigando,entende???
acho q sou meio louca mesmo
bjokas

Frésias disse...

É sempre bom ouvir alguém com método e regra e que nos faça relembrar o que está correcto...

Muitas pessoas precisam realmente desta sua ajuda, até a mim mesmo que me considero reeducada alimentarmente me faz bem relembrar certos conceitos...

Continue com o seu optimo trabalho

Um abraço

www.sualista.com.br disse...

www.sualista.com.br